Chamado para a Paixão

Chamado para a Paixão

Muitas vezes, quando as pessoas falam sobre chamado, elas tentam retirar  a autonomia humana da equação. Elas imaginam que nossos desejos, nossas preocupações, nossas paixões e talentos são irrelevantes. Mas o fato de que o nosso Pai amoroso nos chamou não deve negar a liberdade que temos de fazer escolhas.

Encontrar nossas paixões — respondendo a pergunta “Que buscais?” — é crucial para encontrar nossos chamados. Raramente essa pergunta é facilmente respondida. Para a maioria, determinar o que realmente queremos é um processo psicológico profundo: uma jornada de descoberta que leva tempo para se fazer e que pode nos levar em diferentes direções em diferentes pontos de nossas vidas.

Assim foi para os discípulos. Eles não sabiam o que queriam — só que estavam buscando algo. Quando Jesus perguntou: “Que buscais?” Eles não sabiam como responder. Em vez disso, eles esquivaram-se com uma pergunta própria: “Onde moras?” (João 1:38)

A inferência da pergunta dos discípulos é clara: não sabemos a resposta para sua pergunta. Não temos certeza do que estamos buscando. Não sabemos para onde estamos indo. Mas sabemos que queremos passar algum tempo com você, ficar com você, para aprender mais sobre você. Porque se você realmente é quem João diz que é, então talvez você possa nos mostrar o que estamos realmente buscando.

A simples resposta de Jesus aos discípulos também reconheceu suas perguntas não ditas. As palavras “Vinde e vede onde estou morando”, significava: “Venham descobrir os planos que tenho para vocês; Os chamados e as paixões que darei a vocês “. E isso é exatamente o que os discípulos fizeram. Eles entraram na casa buscando, mas foram buscados.

Pois Jesus os buscou e chamou. Eles desistiram de suas buscas pela verdade e assumiram novos chamados e novas identidades, não porque tivessem todas as respostas, mas porque encontraram aquele que tinha. Eles não encontraram um novo projeto religioso, nem um novo programa, mas uma pessoa. Eles tornaram-se conhecidos por ele, e esse reconhecimento mudou suas vidas.


Extraído do livro: “Know Your Why: Finding And Fulfilling Your Calling” [Conheça o seu porquê: Encontrando e cumprindo o seu chamado] por Ken Costa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s