Batalha da Hermenêutica… Épico!!!

Este artigo explica a diferença entre a hermenêutica luterana e a hermenêutica calvinista em relação à interpretação das escrituras. Por que eu penso que a hermenêutica luterana leva a uma leitura mais precisa das escrituras?

Este é um assunto extenso!

Primeiramente, as polêmicas entre as igrejas luterana e reformada (calvinista) são historicamente épicas. Talvez isto seja porque a hermenêutica luterana e reformada/calvinista realmente resultam em diferentes tipos de cristianismo. Mas semelhante o suficiente para que as diferenças possam ser confusas!

Uma das coisas que me ajudaram a compreender a diferença entre uma visão luterana e reformada da Escritura é a distinção entre o uso magisterial e ministerial da razão. O uso magisterial da razão fluirá mais ou menos desta forma: Razão -> Bíblia. O uso ministerial da razão fluirá mais ou menos assim: Bíblia -> Razão. A razão deve estar subordinada à autorevelação de Deus.

“A verdadeira sabedoria consiste de dois elementos: o conhecimento de Deus e o conhecimento de nós mesmos.”― João Calvino, Institutas I:I:1

O calvinismo começou com um texto dogmático. Em suas Institutas, Calvino aborda o cristianismo começando com o conhecimento do Deus. Este começo está enraizado na razão e na filosofia. Em outras palavras, o calvinismo diz: “Aqui está o que Deus é (usando as categorias da filosofia, razão e Bíblia). Agora, vamos falar sobre o que Ele diz e faz com base no que Ele é. Quando não entendemos algo que ele faz ou diz, voltaremos ao que Ele é como forma de nos ajudar a encontrar a nossa resposta.”

O luteranismo começou com a pregação e ensinamento centrado em Cristo (o Evangelho é a resposta ao pecado), principalmente de Lutero, decorrentes do seu encontro com Cristo nas Escrituras, mas também de outros) e as declarações de fé (credos e confissões). Continua como uma igreja que baseia todo seu ensinamento e pregação nessas declarações de fé (embora chamadas “Luteranas”, menos de um terço dessas declarações foram escritas por Lutero). Dessa forma, não há um texto dogmático oficial. Em vez disso, existem muitos textos dogmáticos luteranos que são fiéis à teologia confessional da igreja luterana. No entanto, a dogmática luterana “começa” com uma teologia da Palavra. Em outras palavras, o luteranismo diz: “Aqui está o que Deus diz. Agora, vamos falar sobre o que Ele é e o que Ele faz baseados no que Ele diz.”

Por que eu acho que esta segunda maneira é melhor?

É como o cristianismo veio até nós. Deus não apareceu a Abraão um dia e lhe lançou um livro. “Aqui, Abraão! Esta é uma dissertação fundamentada sobre meus atributos ocultos. Agora eu tenho algumas promessas para você … “Em vez disso, Deus revelou-se através do que Ele disse e do que Ele fez. Os dois primeiros versículos de Hebreus nos dão o ápice e a chave para entender essa autorevelação de Deus. “Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo” (Hb 1:1-2). Também: “No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus, etc.” (Jo 1:1). Jesus é o ápice e a chave para compreender a autorevelação de Deus.

Cristo é, portanto, a chave interpretativa da Escritura no que Ele diz e no que Ele faz. Ele vive, morre, ressuscita e sobe ao Céu. Ele não vem dar uma nova “lei” como se cumprir as regras levasse à salvação (Ele não é um “Moisés melhor …” É o contrário: Moisés era um “tipo” de Jesus, Rm 5:14). Jesus envia Seus Apóstolos para ensinar/pregar e para Batizar (Mt 28:16). Em outras palavras, pregar o arrependimento e perdoar/reter pecados (Lei e Evangelho, Lc 24:44, Jo 21:19-23). O restante da Escritura é como um comentário sobre a origem e o propósito de Cristo. Ele está no centro da revelação de Deus para nós na Escritura. Ele também não escreveu um tratado. Ele nos visitou no tempo, no espaço e na história. Visto que, por meio de nosso pecado, não pudemos vir a Deus, Deus veio até nós. Quando Seu Filho subiu ao Céu, Ele não nos deixou órfãos, mas em vez disso deixou Seu Espírito. Essas três pessoas sempre estiveram a trabalhar, mas este trabalho não tinha sido claramente revelado. Quando Abraão “creu em Deus e isto foi-lhe imputado por justiça”, foi porque o Espírito trouxe fé para ele através da Palavra, reconciliando-o com o Pai. Isto aconteceu porque Jesus morreu pelos pecados de Abraão na cruz. Abraão foi escolhido antes do tempo, com certeza, mas ele foi *escolhido* quando através da Palavra de Deus Abraão creu.

O calvinismo pode levar a uma visão de Deus, onde Cristo é uma adição desnecessária ao plano de Deus. Agora, este não é o objetivo, mas este é o lugar onde ele toma outro caminho. Creio que esse erro flui naturalmente de uma hermenêutica onde os atributos invisíveis de Deus são a lente pela qual Sua revelação é interpretada (isto é, Sua “soberania”).

Isto é o que queremos dizer quando dizemos que o luteranismo permite o paradoxo (às vezes a Escritura ensina duas idéias opostas que são paradoxais à razão humana), que o Luteranismo é sacramental (Deus vem a nós no espaço, no tempo, na história através de Sua Palavra), e que o Luteranismo é “evangélico”, no sentido original desta palavra (Cristo está no centro).

Mas veja, eu não sou um doutor da igreja…. Este é apenas o meu entendimento. Um dos outros pastores desta equipe pode acrescentar algo mais. Há muito mais a ser dito… e muitas outras maneiras de dizê-lo… pode até haver um erro nesta resposta… mas espero ter ajudado um pouco. Chegar a essas percepções sobre as diferenças entre o Calvinismo e o Luteranismo fez com que tudo fizesse sentido para mim.

Rev. Robert O. Riebau

Battle of the Hermeneutics… Epic!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s